A HISTORIA DA NOSSA ORGANIZAÇÃO

O CAM nasce dentro de uma experiência de cooperação descentralizada entre Trentino e o distrito de Caia, em Moçambique. Esta experiência começou em 2000 como parte do programa de desenvolvimento humano local (PDHL) que o UNOPS (Organização das Nações Unidas para Serviços de Projectos) estava a gerir em Moçambique com financiamento do Ministério dos Negócios Estrangeiros italiano (MAE). No estímulo da sociedade civil, a Província Autónoma de Trento (PAT) adere à PDHL porque vê no lançamento deste programa a possibilidade de experimentar uma nova abordagem de cooperação baseada na construção de parcerias territoriais e no estabelecimento de relações entre entidades descentralizadas e sujeitos da sociedade civil dos dois territórios.

Durante a fase de arranque, o programa é coordenado por uma associação Trentino (Sottosopra) que promove o estabelecimento de uma mesa de trabalho composta por diferentes temas da comunidade trentina (Tavolo Trentino com il Mozambico). Em 2002, a coordenação passou para um consórcio, o Consórcio de Associações com Moçambique (CAM), composto por cinco membros da mesa. Progressivamente, o instrumento chave para facilitar a participação da silenciosa sociedade trentina: a mesa é dividida em grupos de trabalho temáticos ligados às áreas de intervenção do programa multissetorial no distrito de Caia (componentes socio-educativa, rádio comunitária, sócio-sanitária, desenvolvimento rural, micro-crédito, ordenamento do território, água, agricultura). Ao longo dos anos, uma rede de diversos sujeitos que apoiam e/ou colaboram com o CAM, também vem surgindo.

Desde a sua constituição até 2016 a identidade do CAM coincidiu com o programa de cooperação comunitária multissetorial “Trentino em Moçambique – Moçambique em Trentino que o consórcio coordenou com e em nome da Província Autónoma de Trento no distrito de Caia.

A partir do período de três anos 2016-2018 ao lado do programa Caia, surgiram novas iniciativas que pretendem relançar o precioso histórico de relacionamentos, experiências, habilidades construídas ao longo de 15 anos de trabalho com um horizonte de referência mais amplo, tanto em termos de acção (cidade da Beira, cidade de Nampula província de Zambézia e outras áreas de Moçambique) como de de temas de referência (financiamento do Ministério dos Negócios Estrangeiros italiano, da UE, parceiros internacionais …).

Etapas fundamentais do nascimento e crescimento da CAM, de 2000 até hoje.

 

    • 2000: uma delegação da Província Autônoma de Trento (PAT) e alguns voluntários visitam o distrito de Caia para iniciar o programa. Ações de cooperação descentralizada são desenvolvidas entre os parceiros trentinos e moçambicanos de acordo com o Governo da Província de Sofala.
    • 2001: em 30 de Junho de 2001, em Trento, o PAT e a Província de Sofala assinam um Protocolo de Cooperação dentro do PDHL – UNOPS: os primeiros projectos de desenvolvimento são lançados. As duas realidades se unem com a intenção comum de fortalecer relacionamentos, amizade e parceria entre os territórios.
    • 2002: em 6 de Novembro de 2002 o CAM (Consórcio da Associação com Moçambique) nasceu.
    • 2004: primeira visita institucional do Presidente do PAT em Moçambique.
    • 2005: em 23 de Setembro de 2005 o Protocolo de Cooperação é renovado. Começam os projectos “Escolinhas” e “Microcredito”. Desde Outubro de 2005, Tavolo Trentino com Moçambique reúne-se regularmente para compreender as necessidades do distrito de Caia, para fazer o balanço da situação e para pôr em prática novas ideias a serem implementadas em relação aos projectos em curso.
    • 2007: o presidente de Moçambique, Guebuza, visita Trento. Uma delegação trentina vai a Moçambique e a Rádio Comunitária de Caia é inaugurada. São lançados os projectos “Mbatikoyane” (associação para promoção da saúde), “Cuidados Domiciliarios” (trabalhadores de saúde domiciliar) e “Casa de Saúde” (centro de conscientização sobre questões de saúde).
    • 2008: inauguração do Centro de Treinamento Agro-Zootécnico “Semeando Futuro” com a participação do Presidente do PAT.
    • 2010: inauguração do “Caixa Financeira de Caia” (um banco rural) com a participação da delegação institucional e privada de Trentino.
    • 2011: o 10º aniversário do programa é comemorado com a visita ao Trentino de uma delegação da Província de Sofala. Ele também assinou um acordo para o lançamento do novo Hospital Distrital de Caia. Visita da equipa de avaliação “Trentino CON”.
    • 2012: comemoração do vigésimo aniversário do acordo de paz com a visita do Ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros e Cooperação em Trento. A elaboração do “Plano Distrital de Uso da Terra” está concluída e o Hospital Distrital de Caia é inaugurado. Uma equipa multi-sectorial composta por técnicos da Província de Sofala é criada para avaliar o apoio de todo o programa em Caia.
    • 2014: uma delegação da Província de Sofala visita o Trentino e o Ministro da Administração Estatal de Moçambique também participa.
    • 2016: o projecto “Resíduos Sólidos Urbanos” começa na Beira e o projecto de apoio às cadeias de fornecimento de gergelim, vegetais e mel em Caia. A avaliação, apresentada por Punto.Sud, do programa de cooperação em Caia é apresentada